PM Canvas é a Prototipação do Plano de Projeto

Parafraseando o professor Stephen Kosslyn, da mesma maneira que um computador pode estender nossa capacidade de cálculo, as outras pessoas permitem que estendamos nossa própria inteligência, tanto no sentido cognitivo quanto emocional.

O conhecimento preso na cabeça de um trabalhador intelectual é invisível para as demais pessoas da equipe. Se ficar na cabeça das pessoas ou migrar para planilhas ou documentos isolados não irá servir para estender a inteligência do grupo.

O PM Canvas permite que o conhecimento migre para um espaço físico comum, um canvas do grupo, e que os pensamentos e insights sejam postados em notas adesivas que podem ser trocadas, reordenadas e rabiscadas por todos. O PM Canvas torna o conhecimento tangível e acessível para todos.

O uso do PM Canvas permite ao grupo se afastar um pouco da visão detalhada das folhas e das árvores e enxergar a floresta, o todo.

Em uma sessão de PM Canvas, lançamos mão dessa extensão de inteligência para fazer um melhor plano de projeto. E podemos fazer isso em iterações.  Não precisamos nos limitar em criar um único plano de projeto.

Ainda que um ou outro membro da equipe de projeto tenha que trabalhar isoladamente, detalhando pontos específicos do plano de projeto, o PM Canvas permite e esse trabalhador focado conectar seu trabalho no contexto maior, ligando-o com algum elemento fundamental do canvas desenvolvido com a equipe.

Nesse sentido, encaro o canvas como a prototipação do plano de projeto e apresento como ele se encaixa no processo de trabalho criativo de uma equipe que trabalha usando a abordagem de design thinking. O Design Thinking é uma maneira de resolver problemas baseado em FAZER. Sim, podemos considerar sem demérito para abordagem que ela é uma espécie de “Fazejamento” (planejar fazendo), mas é um “fazejamento” centrado na empatia humana e no trabalho colaborativo de equipes multidisciplinares.

Na figura representada nesse artigo, emprestei o processo de Design Thinking tornado famoso pela escola de design de Stanford e digo que o PM Canvas encaixa-se perfeitamente na etapa prototipação, embora possa também estar presente total ou parcialmente nas demais etapas.

Um protótipo pode tomar a forma de um modelo em escala de algum objeto ou uma representação visual. Embora o PM Canvas esteja mais para uma representação visual do projeto, eu também encaro que ele é um boneco do projeto feito em baixa resolução.

Mais importante que tudo, Protótipo é uma experiência na qual seus parceiros podem primeiramente se engajar e depois interagir. O PM Canvas é capaz de permitir as duas coisas com distinção.

By | 2017-06-05T15:36:08+00:00 novembro 8th, 2016|Sem categoria, Uncategorized|0 Comments

Error: Please enter a valid email address

Error: Invalid email

Error: Please enter your first name

Error: Please enter your last name

Error: Please enter a username

Error: Please enter a password

Error: Please confirm your password

Error: Password and password confirmation do not match