A Olimpíada e o Scrum

Termos do esporte de alto rendimento caem como uma luva para batizar ferramentas do gerenciamento ágil de projetos, como por exemplo Sprints da corrida e o Scrum do Rugby.

O lema Olímpico “mais rápido, mais alto, mais forte” bem que poderia inspirar um lema do gerenciamento ágil de projetos – “mais rápido, mais valor, mais útil”.

Hoje, porém, farei o caminho inverso, usarei uma ferramenta ágil para falar de esporte.

Aproveito o momento especial da participação brasileira nos Jogos Olímpicos para mostrar o funcionamento em campo da ferramenta ícone da abordagem ágil, o Burn Down Chart.

Esse gráfico nos mostra desempenho em relação a uma meta estabelecida. É capaz de mostrar uma quantidade incrível de informações sobre um projeto, de uma maneira sumarizada e que facilita para equipe entender e tomar ações de melhoria.

Temos a oportunidade de aprender o uso do Burn down com emoção, pois estamos diante de um objetivo desafiador, como deveria ser. Historicamente, o Brasil tem ganhado ao redor de 15 medalhas nos últimos Jogos Olímpicos, mas para estar entre as Top Ten potências olímpicas deve conquistar quase o dobro disso, 28 medalhas. (segundo Veja/Gracenote).

O Burn Down Chart tem por característica mostrar quanto falta para a meta.

Teremos 16 dias com distribuição de medalhas, assim começamos o gráfico mostrando no marco zero, 5 de Agosto, que faltam 28 medalhas para a meta desafiadora e a cada dia que passa, na medida em que vamos obtendo progresso, faltará cada vez menos medalhas até chegarmos no último dia, 21 de Agosto, faltando ZERO medalhas.

A Revista Veja, em parceria com a empresa holandesa Gracenote, a mais respeitada do mundo em estatística do esporte, publica em sua edição dessa semana que seria mais realista falar algo como 21 medalhas.

Por esse motivo marquei duas trilhas balizadoras no burn down, uma delas na cor verde que mostra o Brasil evoluindo bem em direção à meta top ten; se o resultado nos favorecer ficaremos com o número de medalhas faltantes nesse patamar ou, melhor ainda, inferior a ele.

Outra trilha, na cor vermelha, mostra que estamos mais próximos do prognóstico de 21 medalhas, o que nos levaria hipoteticamente à 13 posição no ranking, dependendo de diversos fatores, entre eles o desempenho dos concorrentes. Se o gráfico subir acima dessa linha vermelha a mensagem é só uma: correr atrás do prejuízo para recuperar.

Saudações olímpicas!

Burn Down Brasil 2016 Olimpíadas

 

By | 2017-06-05T15:36:36+00:00 agosto 28th, 2016|Sem categoria, Uncategorized|0 Comments

Error: Please enter a valid email address

Error: Invalid email

Error: Please enter your first name

Error: Please enter your last name

Error: Please enter a username

Error: Please enter a password

Error: Please confirm your password

Error: Password and password confirmation do not match